quarta-feira, 27 de abril de 2016

Mantra para dissipar as forças negativas e obter proteção

Narasimha Ta Va Da So Hum
Narasinha é o princípio destruidor do que é aparentemente indestrutível. Ta é o som seminal (sem o “m”) da parte da perna entre o joelho e o tornozelo. Va é o som seminal (sem o “m” do segundo chakra) do centro genital. Da é um som para direcionar a energia para o deus supremo. So Hum sintoniza a mente com o ser divino interior.
De acordo com a sabedoria védica, sempre que influências maléficas, reinam sobre a Terra uma encarnação do Divino vem salvar a humanidade. Narasimha fou uma dessas encarnarções. Parece que havia um governante perverso tão poderoso que era invencível na guerra. Dizia-se que “Ele era invencível tanto durante o dia quanto à noite. Que não podia ser derrotado nem por homens nem por bestas. Que era invencível tanto em espaços fechados quanto em abertos”.
Vishnu, por misericórdia e compaixão, veio à Terra como Narasimha, um mistura de homem e leão. Narasimha aproximou-se da morada do tirano perverso e ficou à espera. Na hora do crepúsculo, entrou nela, encontrou o tirano e arrastou-o para a soleira da porta. Segurando-o firmemente, Narasimha começou a dizer: “É hora do crepúsculo, nem dia nem noite. Esta é a soleita da porta de sua casa, nem dentro nem fora. Não sou nem homem nem besta, mas uma mistura de ambos. Portanto, eu vou agora destruí-lo.” E cortou o tirano perverso em pedaçõs.
Desde então, Narasimha é invocado por quem seja se libertar de situações maléficas

Nenhum comentário:

Postar um comentário