quarta-feira, 26 de julho de 2017

Deuses Indianos -

A maioria das pessoas reconhece que estas belas imagens são indianas, pois demonstram o esplendor da cultura do hinduísmo: cores vivas, jóias extravagantes, enfeites exagerados e presença de alguma flor ou fruto em personagens antropomorfos misturadas com animais coloridos de encher os olhos.

Mas quando vemos tudo isso em uma imagem só, não é a toa, cada detalhe tem um significado profundo,simbolismos que tem o objetivo de transformar nossa consciência. 

Na série a seguir, iremos explicar via infográfico, alguns desses belíssimos deuses reverenciados na Índia.

BRAHMA

O Deus da Criação – Brahma, o primeiro Deus da Trimurti, trindade dos Deuses do hinduísmo (Brahma, Vishnu e Shiva). Representação da força da criação do universo.

Como terceiro membro da trimúrti hindu, Brahma representa o equilíbrio, enquanto Vishnu e Shiva representam as forças opostas da conservação e da destruição, respectivamente.

Simboliza a mente universal e por possuir atributos humanos (mente e intelecto), ele não é muito popular entre os indianos porém é mais reverenciado ao redor do mundo.


KRISHNA

O Deus do amor. Krishna é um dos principais nomes de Deus e significa “o todo atraente”. Nos Vedas encontramos muitos e muitos nomes para Deus, pois para cada qualidade, podemos ter um nome. Como Deus tem qualidades ilimitadas, tecnicamente Ele tem ilimitados nomes. Porém, o nome Krishna tem uma conotação muito especial, pois refere-se ao aspecto mais atraente, íntimo e completo de Deus.

Krishna é a Suprema Personalidade de Deus, a Verdade Absoluta, a fonte de tudo e a causa de todas as causas. Nas escrituras, especialmente o Srimad Bhagavatam, existem explicações detalhadas de Sua morada, Sua aparência, Seus passatempos, Suas expansões, Suas energias, etc. Ele é dotado de seis opulências, todas ao grau infinito:beleza, força, sabedoria, riqueza, fama e renúncia. Ele sabe tudo que aconteceu, tudo que está acontecendo e tudo que vai acontecer. Ele é infinitamente misericordioso. Ele é o beneficiário de todos os sacrifícios e austeridades, o Senhor Supremo de todos os planetas e semideuses e o benfeitor e bem-querente de todas as entidades vivas.


VISHNU

O Deus protetor – Vishnu, uma das três deidades supremas do hinduísmo, o Deus supremo do Vaishnavismo. Suas qualidades são incontáveis, porém as 6 principais são:
Jnana (Omnisciência); é consciente de todos os seres;
Aishvarya (Soberania), é autoridade suprema;
Shakti (Energia), é capaz de fazer possível o impossível;
Bala (Força), é capaz de suportar qualquer coisa apesar de fadiga ou cansaço;
Virya (Vigor), é capaz de manter a imaterialidade;
Tejas (Esplendor), é autosuficiente.
As quatro mãos:

As quatro mãos de Vishnu simbolizam além das quatro direções do espaço, os quatro estagios da vida (quatro ashrams):

1) A busca do conhecimento (Brahamacharya)
2) Vida familiar (Grihastha)
3) Retiro na floresta (Vana-Prastha)
4) Renunciação (Sannyasa)

Também, representam as atividades primordiais que uma entidade desfrutando existência mundana deve se empenhar em alcançar (Purusharthas):

a) Deveres e virtudes (Dharma)
b) Bens materiais, riqueza e sucesso (Artha)
c) Prazer, sexualidade e curtição (Kama)
d) Libertação (Moksha)

SHIVA NATARAJA

Nataraja, “O rei da Dança”, é uma representação do Shiva como o dançarino cósmico, quem apresenta sua dança divina para destruir o que for necessário no universo e assim poder fazer a preparação para o Deus Brahma começar o processo de criação.

No centro de um arco de chamas de fogo, Shiva dança a dança da bem aventurança, dança durante a qual o universo foi criado. Ele dança sobre uma anão que é um demônio (Apasmara), quem além de representar a superação da escuridão, também simboliza a passagem do divino ao material. O rosto neutro de Shiva dá a impressão de equilíbrio, enquanto uma cobra se enrola no pescoço, representando Shakti e o caráter atemporal desta energia, também as vezes conhecida como Kundalini.

Esta estatua é um dos mais populares enfeites numa sala de Yoga, sem dúvida é muito vistosa e harmoniosa à vista. Veja no infográfico mais outros simbolismos que ajudam a entender o significado da beleza que nesta estatua fica sempre implícita.


GANESHA

GANESHA é o Deus do sucesso ou o Deus removedor de obstáculos – É um dos deuses mais comuns no hinduísmo, é uma deidade de fama popular na cultura hinduísta e atualmente tem grande influência das massas.

Filho dos Deuses Shiva e Parvati, de figura antropomorfa-elefantosa é também adorado como o Deus da educação, conhecimento, sabedoria e riqueza. É um das 5 principais deidades hinduístas (Brahma, Vishnu, Shiva e Durga os outros quatro)

A cabeça de elefante simboliza Atman ou alma, que é a suprema realidade da existência humana e o corpo de humano representa Maya ou a existência terráquea dos humanos. E a razão pela qual ele está com um colmilho faltando é porque ele quebrou ao escrever o livro sagrado Mahabharata.

SARASWATI

Deusa da sabedoria, das artes e da música. Esposa, de Brahma, o criador do mundo, ela faz parte da Trimurti – trindade das Deusas do hinduísmo (Saraswati, Lakshmi e Shakti).

É a protetora dos artesãos, pintores, músicos, atores, escritores e artistas em geral. Ela também protege aqueles que buscam conhecimento, os estudantes, os professores, e tudo relacionado à eloquência, sendo representada como uma mulher muito bela, de pele branca como o leite, e tocando sitar (um instrumento musical). Seus símbolos são um cisne e um lótus branco.

Na mitologia hindu, o cisne é a ave sagrada à qual se for oferecida uma mistura de leite e água, é capaz de beber só o leite, distinguindo a essência do superficial e o eterno do evanescente. Representa a qualidade de discriminação entre o bom e o mau.

A esta deusa era consagrado o chamado dia de Savitu-Vrta, normalmente comemorado no dia 16 de maio.

LAKSHMI

A Deusa da prosperidade – Lakshmi, representação da prosperidade e riqueza (material e espiritual), da beleza e do amor. É a esposa e energia ativa de Vishnu.

É uma das deusas mães, sendo assim, chamada de “mata” – mãe: “Mata Lakshmi.” Também é chamada de “Shri” – a energia feminina do Ser Supremo. É a deusa que, através da sua representação, convoca à prosperidade, riqueza, pureza, generosidade e incorporação da beleza, graça e charme.

A importância de Lakshmi no lar tradicional hinduísta, faz dela uma deidade doméstica, pois é reverenciada a cada sexta-feira no altar na casa dos indianos hinduístas que se dedicam aos negócios (vivi isso como experiência própria na minha viagem pra India).

Um dos principais ensinamentos desta poderosa mulher é que com esforço constante governado com sabedoria e pureza e de acordo com o dharma próprio, a prosperidade espiritual e material são facilmente atingidas. 


HANUMAN

O Deus super poderoso – Lord Hanuman, simbolicamente representa devoção pura, a ausência total de ego ou “eu inferior.” Representa a natureza neanderthal do ser humano, mesma que quando refinada e transformada, pode se estabilizar em Deus.

Hanuman simboliza a mente humana, que pula igual macaco para um lado e para o outro, desejando as coisas e comprometendo-se com inumeráveis atividades que distraem a paz interna. A mente, igual Hanuman, pode viajar a onde desejar na velocidade do pensamento. Pode também se expandir ou se contrair.

Enquanto ela permanecer apegada as paixões animais e os sentidos, permanecerá instável, causando distúrbios. Mas uma vez que se entregue à paz interna, e se dedica a ela disciplinadamente, pode chegar a manifestar poderes benéficos inimagináveis, igual Hanuman.

DURGA

A  Deusa inacessível ou invencível.  Foi criada como uma deusa guerreira para combater os demônios.

A palavra “Durga” em sânscrito, significa – barreira que não pode ser derrubada – ou também – aquela que elimina sofrimentos –

Protege aos seus devotos dos demônios do mundo e remove os mistérios.

Durga também é conhecida com a Deusa dos três olhos. O olho esquerdo representa o desejo (lua), o olho direito representa a ação (sol), e o terceiro olho (ponto vermelho no meio da testa) representa a sabedoria (fogo).

RAMA

Rama, avatar de Vishnu e marido de Sita é um símbolo de sacrifício, um modelo de fraternidade, um administrador ideal, e um guerreiro incomparável. A essência da Rama é, portanto, a essência da excelência em cada exercício.

Rama é o exemplo supremo de como as pessoas devem se comportar no mundo, como um país deve ser governado, como a integridade e moralidade dos seres humanos devem ser protegidos. Ações elevados, qualidades ideais e pensamentos sagrados são fundamentos básicos de caráter. Rama é a própria personificação destes três atributos.

O Princípio de Rama é uma combinação do divino no humano e do humano no Divino. A inspiradora história de Rama apresenta o código de ética tripla relativa ao indivíduo, à família e à sociedade. Se a sociedade está progredindo bem, a família também estará feliz, harmoniosa e unida. Para a unidade na família, os indivíduos que a compõem devem ter um espírito de sacrifício.









ESTUDO CIENTÍFICO MOSTRA COMO NEGAMOS NOSSAS IDEIAS PARA SEGUIR O CONFORMISMO DA MAIORIA

ESTUDO CIENTÍFICO MOSTRA COMO NEGAMOS NOSSAS IDEIAS PARA SEGUIR O CONFORMISMO DA MAIORIA

Todos sabemos que os seres humanos sãoconformistas naturalmente – nós copiamos a maneira de vestir do outro, maneiras de falar e de atitudes, frequentemente sem raciocinar.. 

Mas exatamente até onde esse conformismo vai? 

Você acha que é possível negar informações inequívocas dos seus próprios sentidos apenas para se conformar com outras pessoas?
Dê uma olhada na figura abaixo:


Compare a linha à esquerda com as três linhas à direita: A, B e C


Qual destas três linhas é do mesmo comprimento que a linha solitária à esquerda?
É obviamente a letra C

Mas uma experiência de psicologia clássica conduzida na década de 1950, 76% das pessoas negaram seus próprios sentidos pelo menos uma vez, escolhendo A ou B. 

Que tipo de táticas de pressão psicológica fizeram isso?
A coisa fascinante sobre esta experiência foi que seu criador, o renomado psicólogoSolomon Asch, tentou provar exatamente o oposto.
O Experimento
ara testar sua teoria, ele trouxe graduandos do sexo masculino, um de cada vez, para um quarto com oito outras pessoas que se passaram de  participantes (Asch, 1951). 

Eles então, mostraram as três linhas, semelhante à figura acima, aos participantes.

Os participantes foram convidados a dizer qual linha – A, B ou C – era o mesmo comprimento que a linha de referência. 

Este procedimento foi repetido 12 vezes com participantes observando variações da figura acima.
O que os participantes não perceberam foi que todas as outras pessoas sentadas ao redor da mesa estavam no jogo

Eram todos confederados, que o experimentador lhes dissera que dessem uma resposta errada. 

Na metade dos testes os confederados respondiam que era a linha curta(A) a resposta certa, e a outra metade diziam que a resposta certa era a linha mais longa(B).
O verdadeiro participante experimental, que não sabia nada disto, era o sexto a dar sua resposta depois que outros cinco confederados do experimentador deram a resposta errada.
Descobertas Surpreendentes

Os resultados eram fascinantes, e não o que Asch esperava:
- 50% das pessoas deram a mesma resposta errada que os outros em mais da metade dos ensaios.

- Apenas 25% dos participantes recusaram-se a ser influenciados pelo juízo grosseiramente falso da maioria em todos os 12 julgamentos.

- 5% se conformaram com a maioria opinião incorreta.

- Em todos os ensaios, a taxa de conformidade média foi de 33%.

Intrigado
 por que os participantes tinham ido junto com a maioria, Asch entrevistou-os após a experiência. 

Suas respostas provavelmente são muito familiares para todos nós:
- Todos se sentiram ansiosos, recearam a desaprovação dos outros e tornaram-se auto-conscientes.

- A maioria explicou que eles viram as linhas de forma diferente que o grupo, mas depois sentiram que o grupo estava correto.

- Alguns disseram que foram junto com o grupo para evitar se destacar, embora soubessem que o grupo estava errado.

- Um pequeno número de pessoas realmente disse que viu as linhas da mesma forma que o grupo.

Os resultados deste estudo foram tão surpreendentes que inspirou muitos psicólogos a investigar mais. 

Aqui estão algumas das suas conclusões:
O próprio Asch descobriu que se o participante só tivesse de escrever a sua resposta (enquanto outros mostrassem as suas) a conformidade foi reduzida para 12,5%.

Deutsch e Gerard (1955) encontraram taxas de conformidade de 23% mesmo em condições de alto anonimato e alta certeza sobre a resposta.

Aqueles que são "conformadores" normalmente têm altos níveis de ansiedade, baixo status, alta necessidade de aprovação e, muitas vezes, personalidades autoritárias.

As diferenças culturais são importantes no conformismo. Pessoas de culturas que vêem a conformidade mais favoravelmente - tipicamente sociedades orientais - são mais propensas a se conformar.

Perigos do Conformismo

As variações sobre o tema original continuam, examinando muitas possíveis permutações experimentais, mas o achado básico ainda permanece sólido. 

Embora não haja nenhuma surpresa que copiamos uns aos outros, é incrível que algumas pessoas vão se conformar apesar da evidência de seus próprios olhos. 

Imagine o quão fácil é encorajar o conformismo (manipular opiniões) quando os níveis de ambiguidade são muito mais elevados, como são freqüentemente na vida cotidiana. 

Em muitas situações, precisamos de conformidade. 

De fato, muitos aspectos de nossas vidas sociais seriam muito mais difíceis se não estivéssemos em certa medida – conformados.
Os perigos do conformismo são muito conhecidos, basta dar uma olhada nas implicações dos experimentos de obediência de Milgram para um vislumbre do que os humanos farão em nome da conformidade. 

Grande parte das vezes, é melhor pensarmos por nós mesmos do que confiarmos no que os outros dizem e fazem.

25% mantém a integridade

Como demonstrou pesquisa de Asch, 25% dos participantes se recusaram a mudar de opinião e continuaram íntegros a sua própria conclusão.

Ma vale lembrar que esse é um teste assustador, porque o problema é muito simples e lógico de se resolver, 100% deveriam ter se mantido íntegros.

Quando passamos para questões do dia a dia, onde a resposta não é tão simplista, esse percentual de 25% cairia drasticamente. 

Porque a influência do conformismo no meio social é mais sofisticada, complexa e sutil

Assim, no meio social poucos conseguem manter a integridade e ver os cenários como eles realmente são, sem se curvarem a comodidade e o status quo de fazer o que todo mundo faz, só porque todo mundo faz. 
Como os meios de comunicação criam a ideia de conformidade?
A maioria dos canais de comunicação no mundo e claro, no Brasil utilizam-se dessastécnicas de conformidade para induzir a grande maioria da população a aceitar tal ideia, mesmo que seja prejudicial a maioria.

A televisão utiliza-se dessa estratégia diariamente, eles convidam “especialistas” que tem uma visão próxima aos interesses desses grupos.

Assim,  esses “especialistas” traçam suas opiniões, que são acompanhados por milhões de pessoas.

Grande parte da população acaba mudando de opinião e seguindo a opinião induzida diariamente e repetidamente.  

Ocorre exatamente o mesmo processo que a pesquisa de Asch sugere acima, que mudamos de opinião por medo de desaprovação, ansiedade, vergonha, etc. 

As pessoas mudam e seguem as novas opiniões, e passam a defender essas teses como se fossem suas, mesmo que internamente ela tenha um sentimento diferente. 

É o famoso “Jogar para torcida“.

DEUSES INDIANOS, SIGNIFICADO E SIMBOLISMO: LAKSHMI

DEUSES INDIANOS, SIGNIFICADO E SIMBOLISMO: LAKSHMI



Na Série Deuses Indianos, hoje falaremos sobre LAKSHMI A Deusa da prosperidade – Lakshmi, representação da prosperidade e riqueza (material e espiritual), da beleza e do amor. É a esposa e energia ativa de Vishnu. É uma das deusas mães, sendo assim, chamada de “mata” – mãe: “Mata Lakshmi.” Também é chamada de “Shri” –  a energia feminina do Ser Supremo. É a deusa que, através da sua representação, convoca à prosperidade, riqueza, pureza, generosidade e incorporação da beleza, graça e charme. A importância de Lakshmi no lar tradicional hinduísta, faz dela uma deidade doméstica, pois é reverenciada a cada sexta-feira no altar na casa dos indianos hinduístas que se dedicam aos negócios (vivi isso como experiência própria na minha viagem pra India). Um dos principais ensinamentos desta poderosa mulher é que com esforço constante  governado com sabedoria e pureza e de acordo com o dharma próprio, a prosperidade espiritual e material são facilmente atingidas.  Veja no infográfico  cada detalhe do simbolismo desta alegre figura…    



PROMOÇÃO VIA WHASTSAPP

PROMOÇÃO VIA WHASTSAPP
Consulta 3 perguntas $ 9,99

Consulta 5 perguntas $ 19,99
Consulta 7 perguntas $ 24,99
Consulta 15 perguntas $ 39,99
Depósito antecipado ou transferência online karinetejada@hotmail.com
A imagem pode conter: texto

Promoção 25/07 a 31/07


Promoção 25/07 a 31/07

Consulta 3 perguntas skype ou face $ 25,00
Consulta 6 perguntas $ 35,00
Consulta completa São Cipriano(baralho comum) + 5perguntas duração 30 minutos $ 65,00
Consulta 40 minutos de perguntas $ 45,00
Após confirmação de deposito ou transferencia é agendado horario.
whastsapp (19) 981050727 Identificar-se
karinetejada@hotmail.com

PROMOÇÕES - NÃO FIQUE DE FORA!!!!!


PROMOÇÕES - NÃO FIQUE DE FORA!!!!!
Validade da promoção 31/07
Adquira uma magia e ganhe uma consulta de tarot 30 minutos perguntas 
Abertura de caminhos $ 75,00 (7 dias)
Adoçamento para casal $ 70,00 ( 5 dias)
Harmonização de Anjos $ 75,00 (3 dias)
Separação de casal $ 85,00
Firmeza de cabeça $ 50,00
Amarração com vela sexo feminino $ 55,00
Amarração com vela sexo masculino $ 75,00
Magia da sedução com maçã $ 45,00
Magia Tomate $ 65,00
e-mail:karinetejada@hotmail.com
skype: karyne.tejada

Promoção Férias, agende sua consulta!!! válida até dia 30/07


Promoção Férias, agende sua consulta!!! válida até dia 30/07
Consulta São Cipriano Completa + 5 perguntas de $90,00 por $ 75,00 (ganhe 1 ADOÇAMENTO CASAL)
Consulta Tarot Completa +perguntas de $120,00 por $ 90,00 (ganhe uma abertura de caminhos/ou limpeza )
Consulta 20 minutos de perguntas (equivale 5 perguntas) $ 25,00 (ganhe 1 vela de dinheiro/ou união)
Consulta 30 minutos de perguntas $ 30,00 (ganhe 1 vela União)
Consulta 40 minutos de perguntas $ 45,00 (ganhe 1 vela união + dinheiro)
Atendimento com hora marcada, agende seu horário
(19) 981050727 zap identifique-se
karinetejada@hotmail.com
Depósito antecipado 2 horas antes da consulta